O Egoista

Matemática em Sobral

O Egoista

Tarcisio Praciano-Pereira

Meu pai era um tremendo egoista e ensisnou-me a ser egoista! Egoista, sim, mas burro, não.

Eu fui filho único até os quatro anos, eita escola foderosa de egoista é essa de filho único numa família de boa condições o produto tem que ser um egoista refinado, e eu sou egoista! Mas não sou burro, e meu pai me ensinou a sonhar pelo meu irmão que vinha chegando e fui com ele à maternidade, ansioso para o ver o meu irmão recém nascido e que iria dividir comigo o espaço familiar.

Meu pai era um tremendo egoista, de noite, depois do jantar, ele me chamava, me colocava numa rede, dentro de um mosquiteiro, porque em Belém sem mosquiteiro os carapanãs levam a gente. Ele se deitava no chão, dentro do  mosquiteiro, claro, e de leve balançava a rede fazendo uma das coisas que ele mais gostava…

Ver o post original 653 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: